Pacientes com câncer aprenderam a fazer vasos com caixas de leite durante o encontro

Crianças do Projeto Garoçá estiveram hoje (08) na sede do “Projeto Mãos Que Acolhem”, no Centro de São Sebastião, realizando uma Oficina de Vasos com Caixas de Leite com pacientes em tratamento contra o câncer no Hospital de Clínicas e seus acompanhantes.

Segundo o professor do Garoçá, Alex Getúlio dos Santos, o objetivo foi buscar uma forma de terapia através da arte, preservando a natureza. “É uma forma de terapia e também de obtenção de renda. A aprendizagem está sendo gratificante, fizemos diversos vasos hoje”, contou.

Para o fundador do Projeto, Luiz Roberto Silva (o Betão), a intenção é que os pacientes tenham prazer em fazer coisas simples e ter uma opção para renda. Além disso, essa terapia é importante para os pacientes oncológicos que acabam sofrendo com depressão em virtude da doença. “Esse projeto é tudo para mim. Estou como voluntário há sete anos no hospital. São todos voluntários aqui”.

Betão contou que o projeto teve início no Hospital, com o acolhimento emocional aos pacientes. “Comecei a ver algumas dificuldades, a maioria é atendida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e não tinha café ou almoço”. Segundo ele, os pacientes vêm de Ubatuba, Caraguatatuba, Ilhabela e daqui mesmo. Então surgiu a ideia de montar um café somado à confecção de artesanato, doação de cestas básicas e oferecimento de vales para almoçar para pacientes e seus acompanhantes, graças à uma parceria com diversos restaurantes da cidade. São dois tipos de cestas, uma energética (com sardinha, leite, sustagem ou aveia), e outra normal (itens como macarrão, feijão, arroz, etc).

A ação de acolhimento humanizado é realizada toda quinta-feira, dia de consulta oncológica e quimioterapia no Hospital. O café da manhã é caprichado, com frutas orgânicas, leite, café, suco, chá, dois tipos de pães, queijo. No espaço de atendimento são disponibilizadas aos pacientes chapéus, perucas, lenços, turbantes. “O principal não é o café, é o abraçar, é a interação entre os pacientes, um incentivando o outro a ficar bem, a não desistir. Venham nos conhecer”, convidou Betão.

Garoçá

O objetivo do Projeto Garoçá, como Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, é estimular a integração, cooperação, autonomia e participação social, além de garantir os direitos das famílias referenciadas ao Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), utilizando as parcerias e o vínculo como ferramenta de transformação social.

O Projeto atende 140 crianças com atividades de Apoio Pedagógico, Esportes Integrados, Judô, Dança e Capoeira. É mantido pela Associação Sebastianense de Promoção Social em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDES) da Prefeitura de São Sebastião.