A prefeitura realizou, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo e da Fundação Educacional e Cultural Deodato Sant’Anna, a primeira reunião para montagem do Museu de Arqueologia e História do Bairro São Francisco. O evento reuniu cerca de trinta pessoas, no Espaço Cultural Batuíra, na última semana.

Segundo a diretora de Urbanismo e Patrimônio Histórico da Secretaria de Habitação e Planejamento (SEHAB), Isabela Galvez, o objetivo foi reunir a comunidade do bairro São Francisco, no intuito de se criar um museu. “A ideia é que o museu tenha a história dos antigos moradores do bairro, e ajude a contar como o bairro foi formado, o que aconteceu lá, as tradições e tudo o mais”, disse.

No museu serão abordados assuntos como a construção e a importância do Convento de Nossa Senhora do Amparo, a festa de São Benedito, os Congadeiros, e as paneleiras de barro. Também será abordada a arqueologia do bairro São Francisco e o que ela representa para a história do município, desde o material que já foi encontrado no Sítio, até o que pode ser completado pelo raciocínio arqueológico.

“A grande sacada dessa reunião, foi a ideia de se formar uma rede de museus, e que em cada bairro possa ter um pequeno museu, como o bairro de São Francisco”, informou Isabela Galvez. Um museu sempre conta uma história, e cada vez que uma pessoa se lembra de uma antiga história ou encontra alguma fotografia, isso pode ser levado ao museu para que a história do bairro seja conhecida”, completou.