O Fundo Social de Solidariedade de São Sebastião mantém a campanha de doações às vítimas da forte chuva que atingiu a cidade na última sexta-feira (25).

Estão sendo arrecadados produtos de higiene pessoal, alimentos, produtos de limpeza, toalhas de banho e roupas de cama. Além de eletrodomésticos, como geladeira e fogão.

As doações podem ser entregues na própria sede do Fundo Social, na Rua Capitão Luís Soares, 33, no Centro da cidade. 

O Governo Municipal já providenciou a entrega de colchões, alimentos e roupas para algumas famílias. 

Aluguel Social - A Prefeitura de São Sebastião também presta assistência às famílias desalojadas. O Governo Municipal dispõe do programa Auxílio Aluguel, que custeia por seis meses, podendo ser prorrogáveis uma vez por igual período, o aluguel às vítimas, até as famílias terem condições de retornarem para seus imóveis.

A presidente do Fundo Social, Michelli Veneziani Augusto, ressaltou que o programa tem o objetivo de ajudar as famílias em situações habitacionais de emergência e vulnerabilidade social. “Para avaliar as situações de vulnerabilidade social, é preciso um relatório social, feito por técnico formado em Assistência Social”, observou.  

A primeira dama explica que para se beneficiar do programa de auxílio aluguel é preciso atender alguns critérios. “Considera-se família em situação de emergência aquela que teve sua casa destruída, ou interditada em função de deslizamentos, inundações, ou outras condições que impeçam o uso seguro da moradia”, disse.  

O beneficiado precisa ainda ter renda igual ou inferior a três salários mínimos, não possuir imóvel próprio, e residir no município, no mínimo, há cinco anos.

Desalojados - Com as chuvas, muitos tiveram que sair de suas casas. Até o momento, 52 pessoas foram desalojadas. Dessas, 26 pessoas foram encaminhadas para a Escola Municipal da Topolândia, onde está concentrado o abrigo para as vítimas. Em outros casos, as famílias foram para casa de parentes.

A Defesa Civil esta vistoriando os imóveis para liberação das casas, e assim autorizar o retorno das famílias. 

Segundo a Defesa Civil, dos desalojados, uma família é do Morro do Abrigo, que está em casa de parentes, e outras sete são da Topolandia. Uma família já retorna neste sábado (26) para sua casa no bairro Itatinga.

A Coordenadoria da Defesa Civil de São Sebastião registrou que o Município entrou em estado de Alerta, depois de seis horas ininterruptas de chuva e 202 milímetros de acúmulo de água. O equivalente a 56% do esperado para todo o mês de janeiro.