Alunos e familiares do Projeto Garoçá participaram do III Encontro de Tradições e Manifestações Populares realizado na sede da entidade, na Enseada, Costa Norte de São Sebastião.

Segundo o responsável pela aula de Capoeira, Alex Getúlio dos Santos, o objetivo dessa festa é resgatar a cultura e as tradições, tanto locais como nacionais. “O Projeto vem para abrilhantar esses temas e sempre contamos com os alunos, pais, e também visitantes, como o grupo de capoeira regional Alvorada de Nagô aqui da Enseada desta vez. Nossa porta está sempre aberta. Todos estão convidados a conhecer a nossa casa, que é de todos os moradores do bairro”.

No evento, os alunos fizeram apresentações de puxada de rede, maculelê, parlendas, dança afro, samba de roda, capoeira, músicas tradicionais, brincadeiras de trava línguas, o que é o que é e bumba meu boi.

“Conviver com atividades culturais só nos faz ter a certeza que estamos no caminho certo, podendo ser gratos às crianças que se envolvem espontaneamente com essas ações, fortalecendo a nossa cultura”, ressaltou a professora de Apoio Pedagógico, Fabiana dos Santos.

Segundo ela, o objetivo de todo o trabalho dentro da Assistência Social, enquanto Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, é estimular a integração, cooperação, autonomia, participação social e garantir os direitos das famílias referenciadas ao CRAS (Centro de Referência da Assistência Social), utilizando a convivência e o vínculo como ferramenta de transformação social.

Ângela Maria Deodato, 37 anos, é mãe da Thais, de 10 anos, que faz parte do Projeto. “Ela participa de tudo. Adoro esse projeto, é maravilhoso, todos os meus filhos passaram por aqui”.

Amália França Gonçalves, 33 anos, é mãe do Júlio, 9, e João, 11. “Eles sempre fazem coisas novas aqui, o Projeto é maravilhoso, a direção, os professores, meus filhos adoram”.

O projeto Garoçá atende 140 crianças com atividades de Apoio Pedagógico, Esportes Integrados, Judô, Dança e Capoeira. Tem como Coordenadora de Atividades, Luciana Gallani.