O Projeto Garoçá, com sede na Enseada, em parceria com a Coordenadoria da Mulher e com o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) da Costa Norte, realizou na última segunda-feira (14/05), em sua sede, a Festa da Família.

Segundo a coordenadora do projeto, Luciana Gallani, o tema da festa foi “Quem cuida de nós”, e a ideia é fortalecer o vinculo entre as famílias e crianças, que abrilhantaram o evento com apresentações de judô, capoeira e dança.

“Conseguimos mostrar para as famílias um pouco do que vamos apresentar no 21° Litoral Dance, nos dias 24 e 25 de maio, com quatro coreografias. Sempre conseguimos prêmios e vamos participar de novo”, contou Luciana.

Após as apresentações, um carro do “Loucuras de Amor” emocionou todos os presentes com uma bela mensagem sobre a importância da família.

Em seguida, os presentes puderam se deliciar com arroz de forno, bolo, sucos e frutas.

Também prestigiou o evento o secretário de Desenvolvimento Social, Antonio Carlos Junior.

Para a professora Fabiana Medeiros, do apoio pedagógico, é muito importante comemorar com as famílias. “É um acolhimento de uma forma carinhosa”, comentou.

Elisângela Santiago Pinheiro tem uma filha de 8 anos no projeto. “Já conheço o Garoçá há muitos anos, meu filho mais velho já passou por aqui, acho que ajuda muito no desenvolvimento, no comportamento das crianças. É maravilhoso tanto para elas quanto para a comunidade. O projeto significa isso mesmo, família”, disse.

Rosilene Santana também tem um filho, de 7 anos, participando do projeto. “Estou achando a festa muito legal e bonita, o projeto está ajudando muito meu filho”.

Projeto Garoçá

Instalado na Costa Norte do município, o Projeto Garoçá – da Associação Sebastianense de Promoção Social em parceria da Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDES) – atende 140 crianças e tem como atividades, Esportes Integrados com Glauber Ferraz, Apoio Pedagógico com Fabiana Medeiros, Judô com Rogéria Cozendey, Dança com Mariana Sanches e Capoeira com Alex Getúlio.

Segundo o projeto, seu objetivo enquanto Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos é estimular a integração, cooperação, autonomia, participação social e garantia de direitos das famílias referenciadas ao CRAS utilizando a convivência e o vínculo como ferramenta de transformação social.