História da Escola de Vela em São Sebastião


As primeiras ações voltadas aos esportes náuticos no litoral norte, e em especial a vela começaram no ano de 1970 através do grêmio de vela de Ilhabela. Em 1971 foi introduzido o ensino profissional marítimo, na época instituído no ginásio estadual, formando inúmeros profissionais que vieram trabalhar em áreas como os rebocadores, navios, marinha mercante, marinha de guerra e lanchas de esporte e recreio.

Em 1975, o Professor Mario de Souza Oliveira organizou e fundou em São Sebastião o espaço náutico voltado à iniciação da vela no Tebar Praia Clube, fomentando o esporte e formando sucessivas turmas nesse espaço.
 No ano de 1992 foi criado o Setor de Esportes Náuticos da Prefeitura Municipal, onde o Professor Mário era o responsável. “O trabalho aqui era voltado a inúmeros jovens da cidade, inclusive de distintas classes sociais” comenta Mário. A partir daqui surgiram vários talentos esportivos em São Sebastião pela classe holder.

Após os anos 90 a vela em São Sebastião viveu alguns momentos de sucesso e outros de estagnação, mas sempre sobrevivendo aos tempos difíceis devido a vontade de velejar de alguns amantes do esporte que se recusavam a abandonar os bons ventos do canal de São Sebastião.

Tendo como meta o progresso náutico do município e a visão de “voltar São Sebastião para o mar” a prefeitura firmou importantes parcerias para criar e desenvolver o projeto Ventos & Velas, que tem como metas a realização do curso básico de vela para alunos da rede pública de ensino, cursos profissionalizantes na área náutica, além de eventos que permitam aos participantes desfrutar de boas condições para a prática do esporte náutico.