Boas práticas de plantar, cuidar e colher têm seus primeiros resultados no Projeto Garoçá

As crianças do Projeto Garoçá realizaram a primeira colheita de hortaliças (alface crespa e lisa, rúcula e cebolinha) deste ano. Com a horta, as crianças aprenderam sobre cuidados com o meio ambiente, respeitando todas as etapas necessárias para o manejo de alimentos saudáveis, e ainda levaram para suas casas e famílias todo o aprendizado socioambiental adquirido com essas ações.

“Nosso sentimento é de gratidão, com tantas ações incríveis acontecendo. São experiências novas com pessoas (parceiros) cruzando nosso caminho e nos
fazendo acreditar que juntos conseguimos construir um lugar melhor para se viver”, disse a coordenadora do Garoçá, Luciana Gallani.

“Abrimos novos horizontes que nos fazem refletir e descobrir maneiras diversas de potencializar nosso Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, nos dando capacidade e qualidade para nossas metas traçadas. Só podemos agradecer a todos que fazem parte deste sonho de mostrar o quanto a vida das nossas crianças é importante para um crescimento saudável e feliz”, acrescentou.

Garoçá

Um dos objetivos do Projeto Garoçá, como Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, é estimular a brincar, o desenvolvimento de habilidades sociais a cooperação, autonomia e a convivência comunitária, atendendo aos princípios estabelecidos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), além de garantir os direitos das famílias referenciadas ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), utilizando as parcerias e o vínculo como ferramenta de transformação na educação social.

O Projeto atende 140 crianças com atividades de Apoio Pedagógico/Meio Ambiente, Esportes Integrados, Pilates/Karatê, Arte Corporal e Capoeira. É mantido pela Associação Sebastianense de Promoção Social em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDES) da Prefeitura de São Sebastião.

Profissionais de Educação Física e Fisioterapia atendem delegação sebastianense durante os Jogos Regionais

A delegação de São Sebastião, composta por cerca de 360 atletas, competiu em 24 das 25 modalidades 63ª edição dos Jogos Regionais 2019. No decorrer da disputa, lesões podem acontecer em partidas de futebol e até mesmo de xadrez. Pensando nisso, a Secretaria de Esportes (SEESP) da Prefeitura de São Sebastião, disponibilizou três profissionais especializados para atender os competidores da cidade.   

Com aproximadamente 30 atendimentos diários, os professores de Educação Física, David Camargo Junior e Ari Lobo, acompanhados da fisioterapeuta, Márcia de Pádua Leite, garantiram a preparação e recuperação dos atletas, no alojamento sebastianense, na Escola Municipal Prof.ª Maria Francisca Tavolaro, no Pontal da Cruz.

“Nós atendemos todas as modalidades. Os esportes mais requisitados são Atletismo, Futsal, Futebol de Mesa, Futebol de Campo, Capoeira, Ciclismo, Ginástica Artística, Ginástica Rítmica e Xadrez – às vezes, ficar muito tempo sentado também ocasiona dor”, afirmou a fisioterapeuta.

O professor de Educação Física, David Camargo Junior, explica como é a preparação dos esportistas. “Chamamos de recuperação, ativação pré-jogo. Neste caso usamos a técnica de liberação miofascial, que faz com o músculo esteja preparado para os impactos das competições, com a prevenção de lesões”, disse.

Outro procedimento é a ativação do Core – um dos pilares da fisioterapia preventiva. “São exercícios para ativar a musculatura, responsável pela estabilização corporal”, afirmou o professor de Educação Física, Ari Lobo. A fisioterapeuta, Márcia Leite, utiliza o método agulhamento a seco (também conhecido como Dry Needling). “Comecei a utilizar a técnica durantes os Jogos Abertos do ano passado, pois é específico para dores musculares, e tem funcionado para aliviar as dores dos nossos atletas”, completou. 

Segundo os profissionais, é gratificante trabalhar nos Jogos Regionais. “É cansativo, mas ao mesmo tempo muito gratificante, pois cuidar daqueles que representam a nossa cidade é a melhor recompensa. Sem falar que esta gestão valorizou muito o nosso trabalho, tanto que a administração do prefeito Felipe Augusto nos incentivou na criação do ‘Centro de Referência ao Atleta Sebastianense’ voltado para avaliação e tratamento. Isso representa a excelência do esporte de São Sebastião”, destacaram.