Imprimir esta notícia.

Idosos do Lar Vicentino formam a primeira turma do Brasil Alfabetizado

São Sebastião, segunda-feira, 19 de março de 2012

Fotos: Milton Fagundes | PMSS
Turma de idosos recebe o material escolar para o curso Brasil Alfabetizado

Idosos do Lar Vicentino, no bairro Portal da Olaria, em São Sebastião, estão participando da primeira turma do Programa Brasil Alfabetizado.

As aulas começaram na quinta-feira 15, no espaço do Lar Vicentino, com a participação dos 17 idosos, com idade entre 66 e 96 anos. Eles também receberam todo o material escolar, como cadernos, caneta, lápis, borracha, cola, régua.

O Programa Brasil Alfabetizado será desenvolvido em parceria entre o MEC (Ministério da Educação), do Governo Federal, e a Prefeitura de São Sebastião, através da Seduc (Secretaria da Educação). A duração do curso pelo Programa será de oito meses, com aulas três vezes por semana.

Na opinião da professora Sonia Maria Dias da Rocha, aposentada há três anos e que irá ministrar as aulas aos idosos, será um grande desafio trabalhar com eles. “Vou aprender muito com esse pessoal”, frisou. Ela afirmou ainda que começará a ensinar pelo método construtivismo, iniciando pelas letras do nome de cada um.

A fonoaudióloga Dayana Almeida Camilo Camargo lembrou ser esta a primeira vez que o Lar recebe projeto semelhante. “Será uma oportunidade para muitos aprenderem a ler e escrever e alguns já tinham solicitado o curso”.

Oportunidade

Para Risoleta Ales Cruz Santos, 86, é muito importante a iniciativa, especialmente para aqueles que não tiveram a oportunidade de aprender a ler e escrever. Ela conta que morava em Boiçucanga, na Costa Sul, e estudou até o 3º ano. “De vez em quando era chamada para substituir o professor na escolinha em Boiçucanga, mas não consegui terminar os estudos porque, naquele tempo, era difícil ir ao Centro; só a cavalo ou de barco chegávamos lá”.

Também para Joaquim Zacarias da Silva, 67, marceneiro, de Maresias, é importante esse curso aos idosos, pois muitos deles terão a chance de serem alfabetizados. “Estudei até o 2º grau e dei aulas no antigo Mobral”, lembrou. Disse ainda que ajudará a professora com os alunos, “ela deverá ter muita paciência”, mencionou.

Os idosos do Lar Vicentino têm o acompanhamento de profissionais como fisioterapeutas, terapeuta ocupacional, fonoaudiólogos, nutricionista e assistente social. A entidade conta com a colaboração de doações e apoio da atual Administração.

Outra turma será formada no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) em Boiçucanga, na Costa Sul. As turmas devem ter, no mínimo, 14 alunos.

A previsão, segundo a coordenadora da EJA (Educação de Jovens e Adultos), Marisa de Jesus Ferraz Januário, é que sejam formadas mais duas turmas, uma no Centro e outra na Costa Norte do município.

Programa

O Programa Brasil Alfabetizado é um programa do Governo Federal, realizado pelo  MEC, desde 2003, em várias cidades do País.

O PBA (Programa Brasil Alfabetizado) é voltado para a alfabetização de jovens, adultos e idosos.

O objetivo é elevar a escolaridade dos jovens com 15 anos ou mais, adultos e idosos que não freqüentaram ou não tiveram acesso à escola na idade adequada. Além disso, visa proporcionar a esses alunos, após alfabetização, continuidade aos estudos na EJA.

Serviço: Os interessados em colaborar com o Lar Vicentino podem se dirigir à rua Gunji Kajiya, 350, no Portal da Olaria, em São Sebastião.

(NM/RF) 

Fonte: Depto de Comunicação